Intel Core i7 980x

Anunciado pela Intel o mais novo processador da série i7, o qual promete deixar o público de boca aberta com seu desempenho. Conheça o Core i7-980X Extreme Edition.
Durante a edição de 2010 da Game Developers Conference (GDC) – considerado o maior evento para profissionais da indústria de jogos -, ocorrida em 10 de março na cidade San Francisco nos EUA, a Intel Corporation anunciou o lançamento do processador que promete expandir os limites da velocidade e qualidade de processamento para computadores, o Intel Core i7-980X Extreme Edition.
O componente, também chamado de Gulftown, é indicado para gamers exigentes e foi desenvolvido com o que de mais moderno a indústria de componentes eletrônicos possui. Seu desempenho é excepcional, deixando os chips mais vendidos atualmente a ver navios.
Porém, o preço por toda essa potência é bem salgado, estimado em US$ 999 para distribuidores nos estados norte-americanos. Isso significa que nós, usuários finais, teremos que desembolsar valores mais altos.
Interessado na novidade da Intel? Acompanhe neste artigo o que o Core i7-980X tem de melhor e fique por dentro do que rola no mundo da alta tecnologia para games.
O que o i7-980X oferece
O processador é o componente responsável pela ordenação das funções de cálculo e processamento das informações que tramitam no computador. Em outras palavras, ele é o “cérebro” da máquina. A grande parte dos equipamentos eletrônicos funciona a partir desses chips.
Portanto, quanto mais potente o processador do seu PC, menor é o tempo de resposta para os processos rodados. O i7-980X tem especificações invejáveis, as quais possibilitam a transformação de um computador modesto em uma potente máquina.
Segundo a Intel, o chip utiliza a mais avançada tecnologia de microarquitetura como base de seu desenvolvimento – procedimento de estruturação física de microprocessadores -, denominada Nehalem, e sua fabricação conta com um processo de 32nm.
O processador conta com clock interno de 3.33GHz, podendo ser expandido para até 3.6GHz através da tecnologia Turbo Boost. Ele também possui seis núcleos que, com o Hyper Threading e a geração de cores virtuais, trabalham como se existissem doze, e seu cache de memória L3 possui 12 MB. Na teoria, é realmente uma configuração de cair o queixo.
Desempenho monstro
Se você não está familiarizado com tanta informação técnica, é bem possível que tenha enfrentado dificuldade em entender as vantagens do lançamento da Intel.
Core
O centro das atenções neste chip é a quantidade de núcleos que ele possui, seis no total. O núcleo (do inglês core) é quem executa as tarefas determinadas pelo usuário, ou seja, quanto mais núcleos existirem mais processos são ativados simultaneamente.
O i7-980X opera como se houvesse 12 cores, devido à presença da tecnologia Hyper Threading, podendo aumentar a velocidade de trabalho em aproximadamente 20%.
Clock
Quando ouvir falar em clock de um processador, pense como se ele fosse o relógio do sistema de funcionamento, responsável por sincronizar o tempo de transferência de dados do computador. As taxas de 3,33 a 3,6GHz (limite apresentado se ativado o Turbo Boost) da novidade da Intel garantem, a princípio, a maior velocidade de permutações de informações do mercado.
Neste aspecto deve-se atentar para o fato de que quanto maior a frequência do microprocessador maior é consumo de energia e nível de temperatura, o que pode ser um grande problema para o efetivo funcionamento do PC. Para evitar transtornos, o novo chip deve ser acompanhado de um potente cooler.
Cache
Para entender a vantagem dos 12 MB de cache de memória L3 primeiro é importante saber o que é e como funciona tal complemento.
O cache funciona como uma ponte entre o operador de um processo e o local onde este está armazenado. Ele trabalha guardando dados temporariamente e evitando a necessidade de acesso posteriores – à primeira vez – ao local origem do arquivo, o que evita demoras. O L3 significa que o terceiro nível da cache o usa memória ociosa da placa-mãe para aumentar seu próprio desempenho.
Portanto, o i7-980X proporciona que as informações exigidas para os aplicativos rodarem em sua máquina sejam acessadas em menor tempo, agilizando seu funcionamento.
O que se espera desta novidade
O i7-980X Extreme Edition, se efetivamente desempenhar tudo o que foi anunciado pelo desenvolvedor, tende a aumentar consideravelmente a velocidade com que a transferência de dados acontecem.
De acordo com testes realizados pelo Clube do Hardware, o lançamento da Intel obteve resultados significativos perante versões anteriores. As mais relevantes ficaram por conta dos segmentos TV e vídeos, com melhoria de até 31%, e comunicação, a qual obteve taxas de 62 a 79%.
As decepções da mesma avaliação ficaram na parte de games e música, que não alcançaram avanços tão surpreendentes.
No que concerne aos jogos chegou-se a 71% de vantagem, mas ao ser comparado com seu antecessor, o i7-980X só apresentou 13% de aperfeiçoamento. Em relação às músicas, o chip recém-lançado teve desempenho 3% abaixo que o i7-965, uma de suas versões anteriores.
Em suma, a nova tecnologia da Intel objetiva aumentar velocidade e performance das máquinas. Dependendo da finalidade do computador, ela apresenta aumento de desempenho impressionante, principalmente para quem lida com edição de vídeos e imagens. Já para os gamers as notícias não são tão animadoras, pois o chip não mostrou grande evolução para jogos.


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s