Brock Lesnar fora do UFC 131.

O brasileiro Júnior “Cigano” dos Santos tem um novo adversário na luta que pode levá-lo à disputa pelo cinturão dos pesos pesados do UFC. O presidente do evento, Dana White, anunciou nesta quinta-feira que Shane Carwin substituirá Brock Lesnar no evento principal do UFC 131, em Vancouver, Canadá, no dia 11 de junho.

Lesnar está com diverticulite, uma inflamação no intestino grosso que já o acometeu em 2009. O lutador americano conseguiu se recuperar a tempo de defender seu cinturão contra Carwin em julho de 2010, mas perdeu o título para Cain Velasquez três meses depois.

– O ex-campeão dos pesos pesados do UFC Brock Lesnar está com diverticulite novamente. Ele passou o dia inteiro ontem (quarta) na Mayo Clinic e passou por uma série de exames. Esta coisa o atacou de novo, ele tem algumas escolhas sérias a fazer nas próximas duas semanas sobre se combate esta coisa ou se passa por cirurgia – disse White em uma teleconferência nesta quinta.

Lesnar lamentou bastante a reincidência da doença. Ele havia recebido a chance de lutar com Cigano pelo direito de desafiar Velasquez graças a uma lesão sofrida pelo atual campeão.

– Quero agradecer ao UFC e ao Sr. White e quero pedir desculpas ao Júnior dos Santos. É uma situação infeliz para mim. Diverticulite é uma doença que nunca vai embora. Consegui mantê-la em um ponto em que era tolerável. Não é tão sério quanto da última vez, mas simplesmente não me permitiu treinar do jeito que preciso para uma disputa pelo posto de desafiante número 1. Sou forçado a decidir entre ou operar, ou lidar com isso pelo resto da vida – disse o ex-campeão, que garantiu que não está se aposentando. – Este não é o final da minha carreira de lutas. Tenho uma fé forte de que há uma solução para todos os problemas. Este não é o fim do Brock Lesnar.

Novo oponente de Cigano, Carwin estava programado para enfrentar Jon Olav Einemo no mesmo card. Apesar do pouco tempo de preparo, o americano de Colorado não hesitou em aceitar o convite para lutar com o brasileiro.

– Júnior é uma luta séria e não é o tipo de luta que você normalmente aceitaria com apenas 30 dias de antecedência, mas tenho um sonho a perseguir e não tenho muito tempo para perseguí-lo. Esta é uma oportunidade de me colocar em contenção pelo título. Sei que meus treinadores vão me deixar preparado, então só tenho a ganhar – declarou Carwin em seu site pessoal.

O vencedor da luta entre Cigano e Carwin vai enfrentar Velasquez pelo cinturão dos pesados, provavelmente em outubro.



Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s